E-commerce na prática: descubra como vender online hoje

interface
Compartilhar postagem
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Sumário

Você sempre quis colocar o seu e-commerce na prática, mas nunca soube como migrar para este universo virtual? Ou, então, já possui uma ideia a respeito, mas ainda tem algumas dúvidas sobre o assunto? Acalme-se, você não está sozinho.

É natural que, ao longo do tempo e com o desenvolvimento tecnológico crescente, o comportamento do consumidor tenha mudado. E isso, consequentemente, também impacta nas estratégias elaboradas pelos comerciantes, que precisaram se reinventar para fazer frente aos concorrentes.

Diante deste cenário, investir em uma forma de vendas online pode ser desafiador e intrigante, mas não apenas isso. Esta é, também, uma oportunidade de alcançar o sucesso e se transformar. Duvida?

Descubra agora mesmo como vender online e implemente já esta prática na sua rotina corporativa.

O que preciso saber inicialmente?

E-commerce é um modelo de negócios baseado no comércio eletrônico. Nele, a compra e venda de produtos é realizada por um site, que reúne consumidores e vendedores de forma simplificada.

Assim, essa estratégia é especial para quem quer investir no desenvolvimento de lojas virtuais. Afinal, permite que os empreendedores exponham seus produtos para o público-alvo inteiramente online. Tudo isso sem precisar, de fato, contar com um ambiente físico e ter gastos com aluguel e outras contas similares.

Para o e-commerce na prática existem quatro tipos diferentes de escolhas existentes. Seriam eles:

1. B2B: aqui, a empresa vende para outra empresa, pois seus fornecedores vendem para outros negócios;

2. B2C: neste caso, a empresa vende para um consumidor, uma pessoa comum;

3. C2C: neste modelo, um consumidor vende para outro consumidor, revendendo o que comprou de uma empresa anteriormente;

4. C2B: no C2B, o consumidor vende para uma empresa, muito relacionado ao freelancer.

Ainda assim, vale lembrar que os dois primeiros modelos são os mais comuns.

E-commerce na prática descubra como vender online hoje

Como devo começar a vender?

Apesar deste processo parecer intimidador e complicado, investir na criação de sites para realizar suas vendas online pode ser simples. Para isso, o ideal é que você divida o processo em tarefas menores. Preparado?

Primeiramente, é preciso pesquisar a respeito do assunto e isso você já está fazendo neste momento. Então, parabéns por ter passado pela primeira etapa!

A próxima é analisar o produto que você quer vender. A partir daí, será preciso começar a pensar no nome que dará à loja, além da identidade da marca. Tudo isso será importante para o comprador te conhecer. Então, capriche!

Assim que isso estiver solucionado, você poderá colocar seu e-commerce na prática, ao buscar por uma página para si. Atualmente, existe uma série de plataformas que permitem às empresas criarem suas lojas online. Logo, você não precisará, de fato, investir na criação de sites próprios para isso.

Dessa maneira, para obter sucesso no desenvolvimento de lojas virtuais, você pode optar entre duas alternativas. A primeira está nos mercados online e marketplaces. Por sua vez, a segunda corresponde aos mecanismos de comparação de compras, como o Google Shopping.

Ainda assim, se as suas vendas online demandarem algo próprio, utilizar um software para montar o seu espaço é bacana. Contudo, lembre-se de que a sua página deverá incluir alguns itens, como:

– Ser fácil de utilizar;

– Possuir uma marca clara;

– Apresentar a empresa;

– Contar com um carrinho de compras;

– Detalhar seus produtos;

– Oferecer opções similares ao comprador;

– Demonstrar as avaliações de clientes sobre as mercadorias;

– Possuir diversas opções de pagamento;

– Apresentar botões para as redes sociais;

– Ter uma aba de FAQ ou suporte.

No mais, o ideal seria encontrar a combinação certa entre as três opções. Afinal, você pode ter clientes em potencial em qualquer uma dessas plataformas, não é mesmo?

Contudo, é preferível focar em uma ou algumas plataformas depois de experimentar todas elas e determinar qual a melhor opção para você.

Comecei meu ecommerce. E agora?

Já colocou seu e-commerce na prática, suas vendas online estão começando, mas você ainda tem dúvidas sobre como propagar sua marca para obter o sucesso? Calma!

A parte mais assustadora de iniciar é realmente isso: o começo. Ainda assim, apesar de estar vendendo, é primordial saber que o trabalho não termina aí. É importante promover e aperfeiçoar continuamente a sua loja para que seu e-commerce na pratica continue crescendo, bem como o êxito do seu negócio.

Para isso, algumas estratégias podem ser elaboradas e você precisa estar pronto para dedicar-se a elas. A primeira corresponde à otimização do seu site. Isso porque, exceto quando a marca explode repentinamente, os compradores não sabem que você existe. Esta é a verdade.

Portanto, é necessário encontrá-los e convencê-los a comprar, aumentando o tráfego do site através de técnicas de SEO e pesquisas pagas. Aliás, vale a pena pedir ajuda a uma empresa especializada, caso tenha dificuldades.

A segunda estratégia corresponde à utilização do e-mail marketing e de estabelecer uma boa presença nas redes sociais. Em especial, porque ambos podem influenciar e muito nas suas vendas.

Por exemplo, se o seu público é B2B, o LinkedIn é a melhor opção para divulgar-se, focando em uma determinada região. Já para o B2C, o Instagram e o Facebook se destacam como indispensáveis.

E aqui vai uma dica: essas redes podem te ajudar a descobrir alguns detalhes demográficos, como idade, nível educacional e localização dos consumidores. Com isso, você pode ter uma noção prática de quem é seu comprador e elaborar táticas próprias para atingi-lo.

Ademais, o comércio eletrônico está preparado para rastrear o comportamento deste consumidor. Com isso, seu sistema consegue converter um cliente em potencial, transformando-o em um cliente frequente em sua loja. Quer coisa melhor?

Por fim, mas não menos importante, reforçamos a ideia: invista no Marketing do seu e-commerce. Esta metodologia não apenas consegue levar a sua marca para potenciais compradores, tornando-a conhecida, como vai além.

Estes profissionais aumentam o alcance da sua página e mostram que o seu negócio é a solução ideal para as necessidades do consumidor. Melhor impossível!

E quais vantagens encontro nisso?

O comércio eletrônico é uma indústria que cresce rapidamente e isso já foi comprovado por pesquisas ao redor do mundo. Recentemente, um estudo realizado pela E Marketer estimou que as vendas neste segmento cheguem a US$ 5,574 trilhões, apenas em 2020.

Logo, há muitos benefícios em entrar no setor e, acima de tudo, em colocar seu e-commerce na prática. Além de tudo o que citamos ao longo deste artigo, algumas vantagens são:

– Ter flexibilidade por ser seu próprio chefe;

– Possibilitar o trabalho remoto;

– Seu negócio está aberto 24 horas por dia, sem horários para fechamento;

– O mercado é global, já que bens e serviços podem ser vendidos em todo o mundo com um único clique;

– Os custos são baixos, quando comparados com uma loja física. Assim, os preços também ficam significativamente reduzidos.

E, então, precisamos citar ainda mais itens para convencê-lo de que esta pode ser a fórmula para o sucesso?

Saiba mais!

Se você quer se especializar no assunto ou até mesmo fazer cursos a respeito, entre em contato com a nossa equipe e solicite o nosso auxílio. Estamos te esperando para impulsionar o seu negócio da melhor maneira possível no mercado digital!


Gostou desse conteúdo? Agora que já sabe como colocar seu E-commerce na prática, acesse nosso blog e confira mais sobre esse conteúdo!

CONTINUE LENDO
Postagens Relacionadas