Loja virtual: Qual a melhor plataforma para desenvolver o seu em 2020

interface
Compartilhar postagem
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Sumário

O Carnaval passou e o ano, de fato, começou. É o momento de realizar o seu sonho: planejar e abrir uma loja virtual, conhecida como um e-commerce!

Diferentemente do que muitos pensam, iniciar um negócio não é uma tarefa tão complicada, quando se tem ajuda. Além de tempo e estudo, a atividade requer suporte, ou seja, uma plataforma adequada aos objetivos e necessidades do projeto.

A escolha da plataforma de e-commerce é um dos primeiros passos de um bom planejamento. Além disso, é por meio dela que se define a maneira mais conveniente de dispor e vender produtos pela internet.

Neste artigo, entenda como e por que escolher a estrutura que melhor se adapta ao seu negócio. Boa leitura!

Entenda uma plataforma de e-commerce

Em primeiro lugar, trata-se de um sistema que permite criar e gerenciar uma loja virtual de forma otimizada. Plataformas inteligentes, como a Shopify, contam com recursos necessários para facilitar o processo de vendas online e alavancar um negócio.

Portanto, através desse sistema, é possível incluir produtos, serviços, informações sobre estoque, preço, formas de pagamento online e frete dos pedidos. Considerada uma das principais peças de uma loja virtual, a plataforma gerencia atividades a partir da análise de relatórios estratégicos.

Segundo aAssociação Brasileira de Comércio Eletrônico , o setor de e-commerce faturou R$ 35 bi no primeiro semestre de 2019. O número, divulgado pela ABComm, exprime um crescimento de 16% em relação ao mesmo período de 2018.

Portanto, a partir desse cenário, fica clara a importância do sistema eletrônico para o sucesso ou fracasso de um negócio online.

As vantagens de utilizar uma plataforma de e-commerce?

 

Loja Virtual 3

As plataformas de e-Shop têm ganhado espaço não apenas no território brasileiro, mas também mundialmente. A princípio, isso se deve às suas inúmeras vantagens.

Para poupar o seu tempo, fizemos uma lista com os principais benefícios da ferramenta!

  1. Facilita a rotina do proprietário e ajuda a torná-la mais produtiva;
  2. Apresenta recursos focados no aumento e gerenciamento de venda de produtos digitais;
  3. Oferece um leque de temas responsivos;
  4. Possui ferramentas para a otimização de sites para mecanismos de busca;
  5. Promove uma experiência de compra agradável e satisfatória;
  6. É integrada a ferramentas do Google e redes sociais;
  7. Pode ser facilmente manuseada.

Qual a melhor plataforma de e-commerce para utilizar atualmente

Nesse sentido, agora que você já conhece as vantagens da plataforma de e-commerce, é hora de avaliar os principais sistemas presentes no mercado. Confira!

Shopify

A Shopify é uma empresa canadense que desenvolve plataformas de comércio vitual e sistemas de varejo de ponto de venda. Lançada em 2006, a partir da necessidade de ferramentas robustas para lojas online, atualmente, é uma das mais utilizadas no mundo.

Com certificado SSL, a plataforma conta com todas as tarefas essenciais para a administração de um e-commerce.

Vantagens e serviços

Entre os serviços contemplados estão, por exemplo: layout das páginas, gerenciamento de estoques e vendas e integração com diferentes formas de pagamento. Outra vantagem da Shopify é a variedade de opções de gerenciamento e execução de tarefas para lojas de diversos segmentos.

O sistema oferece uma boa estrutura aos clientes, independentemente dos produtos que vendem. Logo, ele possibilita a escolha da interface mais adequada.

Além disso, a plataforma de e-commerce disponibiliza um grande número de temas responsivos – aqueles que funcionam bem em qualquer dispositivo. O que é positivo, pois assegura a qualidade do site em diferentes telas e, portanto, uma agradável experiência de compra.

A ferramenta permite, ainda, a integração com as redes sociais – o Facebook, por exemplo. Ou seja, você pode habilitá-las para vender, sem que os consumidores precisem abrir a loja virtual para comprar/conhecer os produtos.

A plataforma é recomendada, em especial, para quem conta com equipes enxutas ou não tem tempo para gerenciar o e-commerce. É o caso de mais de um milhão de pessoas que, com a Shopify, movimentaram mais de $ 100 bi.

WooCommerce

Assim como a Shopify, o WooCommerce consolidou-se no mercado global como uma plataforma de interface leve e fácil de operar. Criada em 2011, por Mike Jolley e James Koster, ganhou rapidamente aceitação do mercado e foi adquirido pelo WordPress.

Diferente das ferramentas mencionadas, o WooCommerce é um plugin gratuito e de código aberto. Ou seja, qualquer usuário pode criar e customizar a sua loja online, sem precisar recorrer a uma licença para usá-lo.

O WooCommerce hoje conta com mais de 600 mil e-commerces – o equivalente a cerca de 28% do comércio eletrônico global. Em síntese, com a ferramenta, é possível cadastrar produtos (inclusive em categorias), acompanhar pedidos e vendas e administrar estoques.

O plugin também permite que o usuário adicione nome, foto de descrição de um produto e navegue pelas abas. Além disso, possibilita que qualquer pessoa ative opções de pagamento e configure a página para aumentar o tráfego da sua loja virtual.

A partir de ferramentas modulares – algumas features do WordPress, por exemplo – os proprietários podem incluir, no site, elementos específicos. Do mesmo modo, são adicionados, carrinhos de compras, gateways de pagamento e sistemas de gerenciamento de estoques.

Todos esses dados e informações são utilizados para a emissão de um relatório estratégico, que auxilia na gestão do negócio.

Magento Open Source

Loja Virtual 4

O software Magento está presente no mercado desde 2008 e apresenta uma proposta semelhante à do WooCommerce. Logo, trata-se de um sistema Open Source, desenvolvido na linguagem PHP, destinado a pequenas e grandes empresas do comércio virtual.

A plataforma conta com mais de 300 mil desenvolvedores e mil parceiros, o que a torna extremamente confiável. Além disso, é reconhecida por oferecer integração com diferentes sistemas – ERP, CRM, gateways de pagamento e até ferramentas de email-marketing.

O Magento permite também que qualquer pessoa, com conhecimentos avançados em programação, modifique e customize páginas, conforme as suas necessidades.

Entre as funcionalidades desse software, estão:

  1. Segmentação e a personalização da clientela;
  2. Compras pela internet, de forma instantânea;
  3. Vendas crescentes e suporte.

Contudo, embora essa plataforma de e-commerce seja bastante vantajosa, ela apresenta pontos negativos. O Magento exige um bom provedor de hospedagem e conhecimento avançado em programação; o excesso de recursos o torna complicado.

OpenCart

A OpenCart é uma plataforma de e-commerce gratuita e Open Source, que mantém o seu código fonte disponível no GitHub. Além da licença GPL, é reconhecida globalmente por priorizar o desempenho e a beleza das lojas virtuais.

Lançada em 2009, pelo programador britânico Daniel Kerr, a ferramenta surgiu com o intuito de facilitar a abertura de e-commerces. Atualmente, é uma plataforma intuitiva com linguagem PHP e gerenciador de banco de dados MySQL.

A OpenCart é constantemente atualizada e, por conter código aberto e milhares de extensões, é possível personalizá-la conforme as necessidades do projeto. Nesse sentido, a ferramenta oferece ao usuário uma gama de temas responsivos para tanto.

Serviços e vantagens

Essa plataforma de e-commerce se destaca no mercado, atualmente, em função de algumas funcionalidades. Com ela, existe a possibilidade de realizar cadastro ilimitado de marcas, produtos, departamentos e páginas. E não apenas isso!

A ferramenta oferece também integração com outras plataformas e suporte para diferentes regiões, idiomas e moedas. Além disso, conta com propriedades similares às demais: sistema de gerenciamento, emissão de relatórios de desempenho e backup.

Contudo, para utilizar a OpenCart, é essencial ter conhecimento técnico em programação. Isso em função da sua natureza de código aberto, que permite modificar e adequar a ferramenta às necessidades dos usuários.

PrestaShop

A PrestaShop é uma plataforma de e-commerce gratuita e de código aberto, utilizada atualmente por cerca de 300 mil lojas. Disponível em 65 idiomas, ela é uma das soluções mais completas para criação de sites e gerenciamento de lojas virtuais.

E mais: ela não peca quando o assunto é facilidade de uso, personalização, performance e segurança. Além disso, a ferramenta conta com uma interface amigável, que permite administrar e executar tarefas rapidamente e sem complicações.

De antemão, a PrestaShop é indicada tanto para projetos iniciantes quanto escaláveis. Ela disponibiliza módulos, com funções e recursos, que possibilitam aos empreendedores digitais instalarem programas úteis para a loja virtual.

Serviços e vantagens

O software é muito utilizado para otimizar páginas e conteúdos para motores de busca, através do SEO (Search Engine Optimization). Nesse sentido, a PrestaShop libera a instalação de instrumentos para essa finalidade, auxiliando um e-commerce a ganhar mais visibilidade.

Outra funcionalidade da plataforma é a administração de produtos e a gestão de loja virtual, também fornecida pelos demais softwares. Portanto, é possível configurar páginas, valores, condições de pagamento e entrega, bem como controlar todos esses fatores.

É possível, ainda, configurar cupons promocionais, personalizar carrinhos e integrar a plataforma às redes sociais. E o melhor: ativar um certificado SSL, garantindo segurança em todas as operações.

Gestão de clientes

A PrestaShop também não deixa a desejar quando falamos em gestão de clientes.

Um usuário pode acompanhar os passos dos consumidores, desde o momento em que esses entram na loja online. A jornada de compra é toda mapeada, inclusive a finalização no carrinho, e os perfis dos usuários cadastrados são otimizados.

O marketplace da PrestaShop oferece, ainda, aos empreendedores digitais recursos adicionais, extensões e mais funcionalidades para instalação. Esse espaço suporta módulos, temas e outros serviços. Dessa forma, é possível atender realmente às necessidades dos seus clientes.

É possível usar tais funções para recomendar produtos e serviços, de acordo com as necessidades dos visitantes. Além disso, ela permite acompanhar pedidos e solucionar problemas relacionados a reembolso, se houver desistências.

Independentemente se você é novo ou já tem certo nível de experiência na plataforma, talvez tenha, em algum momento, dúvidas. Nesse sentido, a PrestaShop criou uma grande comunidade para ajudar os seus usuários a resolverem problemas com o software.

Essa comunidade é extremamente ativa. Além de tirar dúvidas a respeito de instalação, configuração e ativação de recursos, a ferramenta facilita a pesquisa e solução.

BigCommerce

O BigCommerce é uma excelente alternativa para quem deseja abrir um negócio, mas precisa de segurança para dar os primeiros passos. Essa plataforma Open Source possui certificado SSL e PCI aplicado a todas as lojas. Dessa forma, garante proteção de informações financeiras.

Além de ser uma plataforma segura, essa ferramenta também se destaca em razão de sua facilidade de configuração e uso. O BigCommerce não exige amplo conhecimento em programação como o Magento Open Source.

Um dos principais benefícios do sistema é a variedade de modelos e temas disponibilizados. Isso é fundamental para posicionar uma marca no meio digital, atrair clientes e, ao mesmo tempo, alavancar vendas.

A customização de um e-commerce, com essa plataforma, pode ser feita tanto pelo empreendedor digital quanto por um designer associado.

Porém, não é somente por meio da segurança e da possibilidade de personalização que o BigCommerce prospera. Veja a seguir outros recursos e funcionalidades da plataforma!

Serviços e vantagens

  1. Sistema de gerenciamento flexível de produtos;
  2. Processamento automatizado de pedidos;
  3. Variedade de gateways de pagamento;
  4. Regras tributárias flexíveis;
  5. Configurações otimizadas para motores de busca, como o Google;
  6. Análises integradas de marketing gratuito;
  7. Suporte por telefone, chat, e-mail, artigos e vídeos.

Além disso, o BigCommerce permite a exportação de arquivos para sites que atuam com PPC (Custo por Clique). E é capaz de listar produtos para venda, assim como para leilão no eBay, utilizando-se o seu painel de controle.

O usuário pode optar por uma versão paga, que é personalizada da plataforma, ou por uma versão de testes. A primeira opção inclui ferramentas avançadas e customizadas que consideram o porte e a demanda da loja virtual.

A versão de testes, bem como a paga, é extremamente funcional. Ou seja, possibilita aos internautas experimentarem, gratuitamente, determinadas funcionalizadas pelo prazo de 15 dias. Muito interessante, não?

Contudo, infelizmente, a ferramenta só está disponível no inglês.

Ecommerce 2Volusion

A Volusion é uma das plataformas de lojas virtuais mais antigas do mercado. Lançada em 1999, em Austin, no Texas (EUA), atualmente, a ferramenta possui recursos necessários para criação e gerenciamento de e-commerces.

O software disponibiliza opções variadas de preços para designs. Além disso, apresenta instrumentos para a otimização de SEO. A Volusion possui variedade de temas responsivos e capacidade multilíngue.

Assim, essa plataforma de e-commerce conta com uma ampla coleção de layouts para atender a todos os perfis e gostos. Os designs são um pouco menos contemporâneos do que os da Shopify, porém os preços são os mesmos ($ 80).

A Volution, contudo, preocupa-se em oferecer aos empreendedores temas responsivos tanto na modalidade paga quanto na gratuita. Requisito obrigatório nos dias de hoje, esse design se adapta muito bem a telas de celulares, computadores e tablets.

A ferramenta oferece também suporte multilíngue integrado, recurso que não está presente na maior parte de seus concorrentes. Porém, esses instrumentos de codificação não estão disponíveis no modo simples, sendo necessário alto nível de habilidade em codificação.

Por outro lado, a Shopify não oferece recursos multilíngues completos, mas se utiliza de aplicativos pagos/de terceiros para isso. Além disso, apresenta capacidade multilíngue incorporada às páginas de checkout.

Planos

Quanto aos planos da Volution, todos possibilitam que os usuários criem códigos de desconto e utilizem funcionalidades de cálculo. Há também aplicativos e complementos, gratuitos e pagos, para aperfeiçoar e expandir lojas virtuais.

Além disso, a ferramenta oferece um excelente custo-benefício, com planos acessíveis (o mais básico custa cerca de $ 15/mês). Porém, existe a possibilidade de testar a plataforma, gratuitamente, durante 14 dias.

Não há taxas por transações e vendas, e o atendimento online da plataforma é feito em língua inglesa. Portanto, isso pode ser um obstáculos aos empreendedores brasileiros.

Confira, na sequência, outras funcionalidades da Volution.

Recursos visuais extras

Além dos recursos já mencionados, a Volution fornece os adicionais. Dessa forma, um dos principais e mais benéficos são os vídeos de produtos, capazes de criar loja virtual confiável e bem-sucedida.

Leque de métodos de pagamento

Assim como outras plataformas de e-commerce, a Volution oferece uma gama de métodos de pagamento aos consumidores. Entre os mais populares, estão: Apple Pay, Amazon e Paypal, não havendo taxas de transação, somente cobranças padrão de cartões.

Acompanhamento do carrinho abandonado

Com a Volution, é possível também verificar quais produtos a clientela adicionou ao carrinho de compras, mas saíram sem finalizá-las. Atualmente, tal recurso é de extrema importância a uma loja virtual, já que pode ser usado para reverter essa situação.

Geralmente, nesses casos, são enviados e-mail e lembretes aos potenciais consumidores, que os induzem a realizar ações.

Uso do sistema POS

Como muitas outras ferramentas, a Volution utiliza o sistema POS para concluir transações e vendas. Assim, a ideia é empregar o sistema, que representa ao ponto de venda ou ao de compra, para facilitar os pagamentos.

Por meio do sistema POS, os empreendedores digitais podem conectá-lo a diferentes dispositivos. Os mais comuns são scanners de código de barras e swipers de cartão de crédito.

Contudo, apesar de ser atualizada com certa frequência, a plataforma não permite a personalização de modelos e temas. O que é extremamente negativo, pois impede que um negócio online se diferencie plenamente dos seus concorrentes.

Ao longo de todos esses anos no mercado, a ferramenta já foi aplicada por mais de 185 mil usuários. Atualmente, está presente em mais de 30 mil lojas.

Vale a pena conferir!

CoreCommerce

O CoreCommerce é, sem dúvidas, uma excelente opção para os lojistas. Nesse sentido, a plataforma disponibiliza uma série de recursos para aumentar vendas e garantir uma boa experiência de compra.

Desenvolvida com arquitetura modular, a ferramenta de design responsivo pode ser facilmente personalizada, desde o layout até a precificação. No quesito organização, ela também não deixa a desejar.

Por meio do CoreCommerce, o empreendedor tem a liberdade de construir cenários distintos para cada negócio. Nesse sentido, é possível separar produtos, preços, estoques, layouts e promoções, de modo a garantir a individualidade de cada um.

Serviços e vantagens

Outro ponto importante da plataforma é a sua capacidade de unificar canais físicos e digitais, melhorando a jornada do consumidor. Isso é feito através de uma estratégia de omnichannel que integra todos os pontos de contato de uma loja virtual.

O CoreCommerce oferece excelentes recursos aos clientes, é verdade, mas o aspecto que o torna único é a democracia. Assim, todos os seus instrumentos são disponibilizados a todos os clientes, independentemente do plano ao qual pertencem.

Os planos dessa plataforma são definidos pela quantidade de largura da banda larga e de armazenamento exigida pelo usuário. E também pelo volume de produtos e número de endereços de e-mail.

Os planos mais avançados do CoreCommerce também são beneficiados pelo suporte adicional da plataforma.

3dcart

O 3dcart é uma plataforma de comércio eletrônico comparada, com frequência, à Shopify. Assim como essa ferramenta, oferece funcionalidades básicas satisfatórias a lojas online, inclusive eficiência no cálculo de despesas de envio.

O sistema entrega ao usuário recursos de personalização. Dessa forma, o usuário pode montar a sua vitrine virtual do jeito que achar conveniente (cores, fontes, planos de fundo).

A personalização, neste caso, diz respeito também ao uso de uma interface de nível avançado. Por meio de seus instrumentos, é capaz de possibilitar a customização total de um site via código HTML/CSS.

Além da customização, o 3dcart se destaca também no fornecimento de opções variadas de gateway de pagamento. Logo, a ferramenta suporta cerca de 200 métodos.

Outro ponto importante da plataforma de e-commerce é a otimização de sites para mecanismos de busca na internet. Ela oferece recursos de SEO focados em aumentar o volume de tráfego orgânico, que têm desempenho superior aos das demais.

Contudo, apesar de todas essas vantagens, o 3dcart oferece aos clientes um número bastante limitado de temas responsivos. A ferramenta disponibiliza cerca de 30 templates gratuitos, enquanto a Shopify apresenta centenas de temas, pagos ou não.

Ecommerce 1Conclusão

Como vimos, não há uma plataforma de e-commerce melhor do que outras. Existe, porém, aquela que atende um projeto de maneira satisfatória.

E, aqui, quando falamos em atendimento satisfatório das necessidades de um negócio, não estamos nos referindo somente à interface. Estamos nos referindo também às características e funcionalidades de uma plataforma, ou seja, opções de design, desempenho, preço e praticidade.

Cabe, portanto, ao empreendedor digital analisar cada um desses parâmetros, assim como os objetivos e as conveniências do seu projeto. Somente a partir de uma análise cuidadosa, é possível tomar uma decisão fundamentada sobre a melhor opção para o e-commerce.

Vale lembrar que, independentemente do porte e da área de atuação do negócio, é recomendado considerar determinados fatores. Entre eles, migração para marketplaces e integração de estoques e redes sociais, que são indispensáveis nesse segmento.


A sua empresa pode ir mais além com as dicas que nós demos! Aproveite as dicas para aprimorar sua loja virtual! Caso queira ler outros textos para ajudar a sua empresa, acesse nosso blog e confira!

CONTINUE LENDO
Postagens Relacionadas