6 Pontos sobre Marketing de Conteúdo para pequenas e médias empresas

Grande parte dos empresários hoje enfrentam muitas dificuldades para converter efetivamente as vendas em seu site. Aprenda mais sobre marketing de conteúdo.
interface
Compartilhar postagem
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Sumário

A crise desencadeada pela pandemia de Covid-19 vem acelerando a transformação digital de pequenas e médias empresas.  Para sobreviver em um mundo cada vez mais digital, criar negócios virtuais vêm se tornando uma verdadeira imposição para muitas empresas. Porém, os números mostram que não basta criar um site, é preciso que as pequenas e médias empresas encararem o desafio de atrair consumidores até a loja e de sustentar um relacionamento com eles até que a compra efetivamente se efetue.
Grande parte dos pequenos empresários que se aventuram no varejo virtual enfrentam muitas dificuldades em entender de que forma devem começar a abordar seus clientes na internet e converter as primeiras vendas em seu site. E é aí que entra o marketing de conteúdo.

Mas o que é marketing de conteúdo, afinal?

Segundo o Content Marketing Institute, pioneiro em estudos sobre o assunto, o marketing de conteúdo pode ser definido como uma abordagem de marketing focado na criação e distribuição de conteúdos de sejam considerados valiosos, relevantes e consistentes por um público bem definido, visando atrair e reter sua atenção e dirigi-lo para uma ação rentável.

Ou seja, ao ingressar no universo dos negócios digitais, é importante que o empresário esteja ciente de alguns fatores. Além de ofertar um produto, será necessário que sua empresa crie artigos, vídeos, podcasts, e posts em redes sociais, por exemplo. Esses conteúdos devem ser interessantes e úteis para seu público-alvo de forma a leva-los a um maior engajamento e a uma avaliação positiva da sua loja virtual.

Ou seja: quanto mais conteúdos bacanas e interessantes você oferecer para as pessoas, (sem necessariamente querer vender alguma coisa) mais elas vão visitar o seu site e interagir com sua marca. E, quanto maior for o tráfego de pessoas no site, maior a possibilidade de vendas.

Simples, né?

Não, nem tanto!

Por onde começar: 6 passos fundamentais para começar uma estratégia de marketing de conteúdo para sua empresa

Logo depois que o site entra no ar, começa a grande ansiedade pela primeira venda (desconsiderando as vendas aos amigos e familiares que as vezes aparecem para dar uma forcinha). A primeira venda real, vinda de um novo cliente, é realmente um marco para qualquer pequeno empresário iniciante no varejo eletrônico. O problema é que as vezes essas primeiras vendas demoram e o site parece que não vai engrenar.

Por isso, antes mesmo de lançar a loja virtual ou e-commerce, é necessário que o empresário desenhe uma estratégia de marketing de conteúdo. Abaixo, listamos 6 passos essenciais que devem ser considerados:

1. Defina bem a persona

Quando se trata de Marketing Digital, a concepção de público-alvo é substituída por um conceito mais moderno e humanizado que o mercado costuma chamar de “Persona”.Pois uma Persona nada mais é do que uma representação do “cliente ideal” de uma empresa. Ela deve ser baseada em dados reais sobre comportamento e características demográficas dos consumidores que sua empresa deseja atingir, considerando detalhes como histórias pessoais, motivações, objetivos, desafios e preocupações.

Para que fique clara a diferença entre determinar o público –alvo e definir uma persona, observe esse exemplo:

  • Público-alvo: Homens e mulheres, de 30 a 45 anos, casados, graduados em odontologia, com renda média mensal de R$ 10.500. Pretendem aumentar a clientela de seu consultório.
  • Persona: Antônio tem 36 anos, é formado em odontologia e especialista em ortodontia. Gostaria de desenvolver seu consultório através da prospecção de clientes através da internet. Está buscando uma agência que o ajude a gerir sua imagem na internet, produzir vídeos e criar autoridade nas redes sociais. Ele busca um serviço técnico e cuidadoso que compreenda as limitações éticas impostas pelos órgãos competentes sobre publicidade de serviços de saúde.

Definir bem a Persona é importante porque ela guia a criação de conteúdo e de marketing digital, isso porque, ao criar conteúdos para seu site e para suas redes sociais, você estará dialogando com essa Persona.

Para definir a persona da sua empresa, comece analisando o perfil dos seus clientes atuais, faça perguntas e tente entender as motivações que as levaram a comprar de sua empresa e também as objeções e dúvidas mais frequentes.

 

2. Faça um calendário de marketing de conteúdo

Ter um calendário programado vai garantir a organização necessária para a criação consistente de conteúdo. A constância das publicações é fundamental para estabelecer um relacionamento com seus consumidores através dos meios digitais além de ser importante para o SEO de seu site ou blog.  Assim, se você começar publicando artigos semanalmente, é preciso organização para que sua marca mantenha o ritmo de produção de conteúdos.

Comece traçando estratégias e anotar ideias com base em um calendário e programe o tempo necessário para criar e publicar. Por exemplo, se sua loja atende ao público infantil, datas como volta às aulas podem inspirar a criação de algum conteúdo, mas você já deve estar com a ideia em produção com certa antecedência, para não perder o “time” e a oportunidade. Fique atento a sazonalidade do seu negócio.

 

4. Originalidade nas redes sociais

Redes como o Facebook, Twitter, Instagram e Youtube tem hoje milhões de acessos e fazem parte do dia a dia do consumidor, influenciando-o no comportamento e até na decisão de compra.

Crie autoridade sobre os assuntos relativos ao seu negócio nesses canais através de artigos, posts e vídeos criados por você, e não copiados de algum lugar. Mostre que você entende do que está falando e pode orientar a compra dos interessados com imparcialidade.

 

5. Tenha um blog

Muita gente acha que o fato de ter um site faz com que o blog se torne desnecessário. Isso é um engano. O blog é uma excelente ferramenta de marketing de conteúdo, além de ser fundamental para posicionar o seu site nos motores de busca.

Se você tem uma loja física, pode se inspirar nas conversas de balcão e nas dúvidas que seus clientes têm no dia-a-dia para criar artigos interessantes em seu blog. Considere todas as fases pelas quais o cliente passa, desde que entra na loja até efetuar a compra. Responda suas principais dúvidas, compare os produtos a similares e destaque suas funcionalidades.  Fale das tendências de mercado e ofereça forma para que o cliente possa experimentar os produtos, mesmo que virtualmente (um vídeo detalhado pode ser útil para isso)

 

6. Utilize conteúdo visual diferenciado

Boas fotos e ilustrações tendem a tornar o conteúdo mais atraente ao leitor. Além do texto, capriche sempre nas imagens. Busque aquelas que ilustrem bem suas ideias e que manterão o visitante envolvido com o conteúdo. Evite as imagens que aparecem nos primeiros resultados no Google. Geralmente elas já foram muito usadas, inclusive por sua concorrência. O ideal é que sua empresa produza suas próprias imagens.

Aqui também é importante lembrar da persona. Quando mais as imagens retratarem a personalidade e o estilo de vida da persona, mais seus clientes tendem a se identificar e interagir com sua empresa.

Com relação a escolha das imagens que ilustram seu site, blog e posts das redes sociais, é também importante considerar a representatividade social e a inclusão: tenha cuidado para que sua marca não exclua ninguém por conta de gênero, raça ou tipo físico. Isso hoje em dia é muito cobrado pelo público em geral.

Mantenha sempre atualizado

Você não precisa dar a seu cliente uma “overdose” de conteúdo, mas é preciso oferecê-lo o suficiente para que volte a visitá-lo. Você também não precisa estar em todas as redes sociais. Só não vale criar uma conta no Pinterest, por exemplo, para logo em seguida abandonar a página por falta de tempo de atualizá-la. Comprometa-se em manter seus canais digitais com conteúdo atualizado e nunca deixe de responder a um comentário de um cliente.

Conclusão

Um marketing de conteúdo bem elaborado ajuda a empresa a conquistar mais espaço na internet, como referência de conteúdo informativo ou de entretenimento. Ele estreita o relacionamento com o cliente, permitindo que você o conheça melhor e possa buscar atender suas necessidades de forma mais completa, garantindo o sucesso de sua loja e de sua marca. Comece analisando quais os temas de interesse dos seus possíveis clientes e mãos à obra!


Compartilhe conosco suas dúvidas sobre marketing de conteúdo e entre em contato!
Quer saber mais sobre Marketing digital? Confira nosso post sobre mais dicas de Marketing Digital ou acesse nosso blog para conhecer mais sobre tecnologia!

CONTINUE LENDO
Postagens Relacionadas
Open chat
Precisa de ajuda?