Como Aumentar A Segurança Do Seu Site? Descubra Como!

Todos nós concordamos que segurança é fundamental e não importa qual o tamanho do seu site ou blog, quanto mais segurança melhor. Saiba mais nesse artigo!
interface
Compartilhar postagem
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Sumário

Segurança, porque me preocupar tanto com ela?

Mesmo que você não acompanhe as notícias sobre tecnologia, já deve ter ouvido falar sobre Hackers e o quanto eles são perigosos. E não é a toa, não se deve subestimar quanto de prejuízo um pode causar. Problemas com vazamento de informações, perca direta de receita, sequestro de informações, bloqueio de acessos e até mesmo a desfiguração completa do site são, entre outros, apenas alguns dos vários problemas que podem ser causados por invasões e usuários mal intencionados. Especialmente lojas virtuais e e-commerce do qual armazena informações de seus usuários e ter uma brecha de segurança nesses sites não só geram prejuízos financeiros deles próprios e de seus clientes, como também influenciam negativamente reputação e credibilidade de suas marcas manchando sua imagem perante a mídia.

Mas a essa altura, você já sabe de tudo isso. Todos nós concordamos que segurança é fundamental e não importa qual o tamanho do seu site ou blog, quanto mais segurança melhor.

Certo? Correto.

Mas afinal, como melhorar a segurança de seu site?

Essa pergunta é complicada pois como as pessoas mal intencionadas buscam justamente brechas na segurança, o ideal é tentar eliminar todas as brechas de seguranças possíveis. Entretanto, como muitas vezes podemos deixar alguma coisa passar, aqui vão algumas ações que apesar de serem simples devem ser levadas a sério.

 1. Backups

Se os dados de seu site são importantes (e eu aposto que sim) é muito ter um backup preventivo. Prevenção é o ponto quando se trata de segurança. Perder os dados do seu site (ou pior, de seus clientes) pode ser um verdadeiro pesadelo para quem gerencia um site. Então, ter estruturas de backups (de referencia mais de um) disponíveis e sempre atualizados é muito importante quando se trata de segurança.

2. Senhas

Ah, o terror das senhas! Com a digitalização de praticamente tudo que usamos no dia-a-dia, precisamos criar uma senha para cada uma das dezenas de contas criadas de novos aplicativos, dispositivos e acessos. É realmente muito difícil lembrar de todas elas, e não ache que a salvação é usar a mesma senha para tudo. Isso pode ser um verdadeiro problema caso você tenha uma falha de segurança em qualquer um de seus acessos.

A recomendação aqui é utilizar padrões para suas senhas. Mas nada de utilizar nomes ou datas! o ideal é utilizar padrões que sejam fáceis de serem gravados por você e que utilizem caracteres alfanuméricos, números E caracteres especiais (!,@,#…)

Também é importante não utilizar senhas padrão e sempre atualize suas senhas com alteração a cada 6 meses.

3. Certificados

Caso seu negocio seja uma loja virtual ou um e-commerce, adquirir um certificado SSL é fundamental. Esse certificado não só garante a segurança de criptografia de dados, como também mostra para o usuário que seu site é seguro (um informativo é mostrado ao lado da barra de endereço do site) e passa mais autoridade e confiança para o usuário.

4. Privilégio de usuários

Aqui muitos sites erram, conforme o site cresce em acessos ele fica cada vez mais vulnerável a ataques (quanto mais pessoas acessando o site mais sua segurança é testada) e muitos sites não melhoram sua segurança no mesmo ritmo de crescimento dos usuários. Usuários diferentes requerem privilégios diferentes, então lembre-se: Prevenção é a chave. Cada perfil de usuário precisa ter acesso a diferentes áreas especificas do site, logo, privilégios diferentes para eles são necessárias para que não interfiram em outras áreas do site. Evitar possíveis danos é o foco aqui.

5. Mantenha-se atualizado

Atualizar toda a sua infraestrutura é sempre importante. Atualizações de softwares por exemplo fecham brechas de segurança e mudam seu sistema para que se tornem cada vez mais seguro. Mesmo que pareçam entediantes, são importantes. Atualização de plugins e CMSs como no wordpress por exemplo também devem ser feitas. Utilizar versões desatualizadas permite que pessoas mal intencionadas tenham mais tempo para estudar e entender o funcionamento desses processos, formularem brechas e utilizarem na primeira oportunidade que tiverem.

6. Fique atento!

Conhecer alguns métodos de invasão mais comuns é uma das maneiras mais eficientes de identificar e se precaver desses tipos de ataques. Identificar as vulnerabilidades que existem em seu site é uma das maneiras mais eficientes para criar uma estratégia sólida de segurança. Apesar de existirem incontáveis métodos de invasão, aqui vão alguns deles:

  • XSS (Cross Site Scripting): Esse tipo de vulnerabilidade utiliza aplicações web que ao ativarem ataques maliciosos injetam um client-side script. Então tome muito cuidado com links que podem ativar aplicações de javascript.
  • SQL Injection:  Esse tipo de vulnerabilidade aproveita de aberturas na segurança dos sistemas que integram banco de dados, utilizando comandos SQL onde o atacante, através de campos de consulta, faz entrada de instrução personalizada indevida efetivando o ataque.

Em ambos os casos, ferramentas de detecção de vulnerabilidade são ótimas maneiras de evitar esse tipo de invasão e que façam verificações para te auxiliar em vulnerabilidades adicionais.

7. Utilize um antivírus

Foi difundido a um tempo que antivírus não seriam necessários e que os mesmos consomem recursos importantes de computação da plataforma que rodam. Entretanto, isso não é recomendado. Malwares utilizam sites para invadir computadores de usuários, por isso, é importante que o site não seja um propagador desse tipo de programa, logo investir em um bom programa de remoção de programas maliciosos é importante para a saúde de seu negocio. Além disso, a chance de invasões cai drasticamente com o auxilio desses serviços.

Conclusão

Em todos os casos, o auxilio de especialistas na área e de profissionais especializados é o mais recomendado. Situações mais complexas exigem conhecimentos técnicos avançados e uma analise muito precisa pois, como foi dito anteriormente, os hackers atuam justamente em brechas de segurança. O que é muito difícil de perceber, já que elas aparecem justamente quando são exploradas.

Caso você tenha mais interesse na parte técnica, aqui vai um artigo complementar para auxiliar na melhora de segurança do seus site contra ataques maliciosos.

Caso tenha mais dúvidas e tenha mais interesse em tecnologia? Fique ligado em nosso blog para mais artigos sobre tecnologia e acesse nosso site para conferir nossos serviços!

 

CONTINUE LENDO
Postagens Relacionadas
HTTPS

HTTP ou HTTPS, Como eles ajudam na segurança de seu site

Você sabe a diferença entre os protocolos HTTP e HTTPS? Trata-se de tecnologias que permitem a troca (envio e recebimento) de informações entre um computador e um servidor, porém de formas distintas.
Neste artigo, entenda por que é mais vantajoso adotar o Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro.